Federação Sueca acusa jogador italiano de fazer ofensa racista

Caso teria acontecido depois do jogo entre Suécia e Itália

Anthony Elanga acusou um jogador italiano de tê-lo insultado racialmente
Anthony Elanga acusou um jogador italiano de tê-lo insultado racialmente (foto: EPA)
15:12, 13 OutROMA ZRS

(ANSA) - A Associação de Futebol da Suécia (SvFF) acusou nesta quarta-feira (13) um jogador italiano da seleção sub-21 de insultar racialmente o atacante sueco Anthony Elanga, do Manchester United, durante a partida contra a Azzurra, válida pelas eliminatórias para a Eurocopa da categoria.

De acordo com Elanga, o insulto veio de um jogador da seleção da Itália, que não foi identificado, logo depois do fim da partida, que terminou em 1 a 1.

"Na partida contra a Itália, em Monza, Antohny Elanga afirmou após a partida que foi alvo de um comentário racista de um adversário da seleção italiana sub-21", escreveu a federação sueca de futebol.

Claes Eriksson, técnico da equipe sub-21 da Suécia, prometeu que toda a seleção irá "apoiar" Elanga.

"Contamos nossa versão sobre o que aconteceu e apresentamos um relatório oral aos árbitros e delegados da partida. Estamos aguardando o feedback através dos relatórios da partida e do árbitro. Assim que chegarmos a uma conclusão, decidiremos como proceder. Ninguém deve ser exposto ao racismo, é totalmente inaceitável, todos nós apoiamos Anthony nisso", comentou Eriksson.

A Federação Italiana de Futebol (Figc) divulgou um comunicado negando que um jogador da Azzurra tenha ofendido racialmente Elanga.

"A Figc nega veementemente que um jogador da seleção sub-21 tenha feito comentários racistas contra um adversário, episódio que, até onde sabemos, não foi observado pelos árbitros e nem pelo delegado da Uefa. Esperando que os órgãos competentes esclareçam a situação, o empenho constante de todo o futebol italiano e das seleções no combate ao racismo, condena todo e qualquer insulto discriminatório ou episódio de violência", informou a Figc. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA