Jorginho diz que é 'impossível' não pensar em vencer Bola de Ouro

Volante, no entanto, afirma que tenta não criar expectativas

Jorginho, do Chelsea, durante uma partida contra o Malmo
Jorginho, do Chelsea, durante uma partida contra o Malmo (foto: EPA)
13:01, 10 NovSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - Campeão da Eurocopa pela Azzurra e da Liga dos Campeões pelo Chelsea, o meio-campista ítalo-brasileiro Jorginho disse que tenta não criar expectativas sobre a Bola de Ouro, mas acrescentou que é "impossível" não pensar em conquistar o troféu.

Apesar da concorrência pelo prêmio ser muito pesada, Jorginho deixou claro que gostaria de ver um volante ser reconhecido um dia como o melhor jogador do mundo. Normalmente, a tradicional premiação vai parar nas mãos de atletas que atuam no setor ofensivo.

"Estou tentando não criar muitas expectativas, mas seria hipócrita da minha parte se eu te dissesse que não penso nisso, porque é impossível. Eu tento buscar um equilíbrio de deixar um pouco de surpresa. Não cabe a mim te falar se vai chegar ou não, mas penso que demonstraria que hoje em dia também estão dando atenção para outros tipos de atletas", disse Jorginho em uma entrevista ao "Globo Esporte".

Eleito pela Uefa como o melhor jogador do continente europeu na temporada 2020/21, Jorginho afirma que não pode reclamar se não vencer a Bola de Ouro.

"Se acontecer, aconteceu! Caso contrário, não tenho nem do que reclamar. Vou olhar para trás e ser ingrato ou reclamar de alguma coisa? Eu recebi outro prêmio, de melhor jogador da Uefa, que foi um reconhecimento incrível", explicou o volante do Chelsea.

Natural de Imbituba, em Santa Catarina, Jorginho está na Itália desde os 15 anos de idade e decidiu defender a Azzurra em vez do Brasil. No entanto, o meio-campista revelou que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) fez um convite para ele em 2016.

"Como eu iria falar não? Amarelinha é a amarelinha, não é? A proposta mexeu comigo naquele momento, mas tive uma conversa com meus familiares e decidi defender a Itália. Não iria me sentir bem comigo mesmo, me sentiria ingrato. Minha decisão foi clara, não simples", comentou.

Revelado pelo Verona e com passagens por Sambonifacese e Napoli, Jorginho está no Chelsea desde 2018. O meio-campista defendeu a Azzurra pela primeira vez em 2016, em um amistoso contra a Espanha. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA