Juventus dá aval definitivo a aumento de capital

Clube vai reforçar caixa com 400 milhões de euros

Juventus vai aumentar capital para reforçar caixa
Juventus vai aumentar capital para reforçar caixa (foto: ANSA)
12:18, 23 NovTURIM ZLR

(ANSA) - O conselho de administração da Juventus aprovou nesta terça-feira (23) as condições definitivas de um aumento de capital de 400 milhões de euros chancelado por uma assembleia de acionistas no fim de outubro.

Ao todo, serão emitidas quase 1,2 bilhão de novas ações do clube bianconero, ao preço de 0,334 euro por cada uma. Os acionistas poderão adquirir nove novas ações para cada 10 que já possuem.

A Exor, holding da família Agnelli e que detém 63,8% do capital social do clube, já disse que vai subscrever o aumento, o que garantirá um aporte de cerca de 255 milhões de euros.

Além disso, quatro bancos (Goldman Sachs, J.P. Morgan, Mediobanca e UniCredit) se comprometeram a comprar as novas ações que não forem adquiridas pelos acionistas, já que a participação no aumento de capital não é obrigatória.

As quatro instituições vão desembolsar um valor total de até 144,9 milhões de euros, mas a quantia final dependerá do nível de adesão dos atuais acionistas. Quem não subscrever o aumento do capital, no entanto, terá sua participação acionária diluída.

O objetivo da medida é reforçar o caixa da Juventus contra os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus, após um prejuízo de quase 210 milhões de euros na temporada 2020/21.

O aval definitivo ao aumento de capital derrubou as ações da Juve na Bolsa de Milão, com queda de 6,24% por volta de 15h40 (horário local) desta terça-feira. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA