Seleção feminina dos EUA ganhará mesmo salário do time masculino

Equiparação salarial foi celebrada pelas jogadoras americanas

Jogadoras dos EUA em uma partida contra a Suécia
Jogadoras dos EUA em uma partida contra a Suécia (foto: EPA)
12:01, 22 FevNOVA YORK ZRS

(ANSA) - A Federação de Futebol dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feira (22) que as jogadoras da seleção feminina do país receberão o mesmo salário dos atletas da equipe masculina.

"A US Soccer está comprometida em fornecer salários iguais a partir de agora para as seleções feminina e masculina em todos os amistosos e torneios, incluindo a Copa do Mundo", informou a entidade.

Além da equiparação salarial entre as seleções masculina e feminina em todas as competições, a federação norte-americana deverá pagar uma indenização de cerca de US$ 24 milhões, de acordo com a imprensa local.

"É uma notícia realmente fantástica. Acho que vamos olhar para trás a partir deste novo dia e conseguir dizer que este é o momento em que o futebol americano mudou para melhor", celebrou a jogadora Megan Rapinoe em entrevista à emissora ABC.

A craque norte-americana ainda comentou que a decisão da federação local é uma "vitória para as novas gerações", além de fazer o futebol local "avançar para um futuro melhor".

A seleção feminina dos EUA é detentora de quatro títulos da Copa do Mundo e conquistou quatro ouros olímpicos. A equipe masculina, no entanto, não jogou o Mundial de 2018 e seu melhor resultado foi um terceiro lugar na edição de 1930, no Uruguai. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA