Federação de futebol dos EUA vai igualar pagamentos de homens e mulheres

Seleções feminina e masculina receberão os mesmos pagamentos e prêmios

Estados Unidos conquistaram o título da Copa do Mundo de 2019
Estados Unidos conquistaram o título da Copa do Mundo de 2019 (foto: ANSA)
10:28, 18 MaiNOVA YORK ZRS

(ANSA) - A Federação de Futebol dos Estados Unidos (US Soccer) anunciou nesta quarta-feira (18) um histórico acordo que elimina a diferença de pagamentos entre os jogadores das seleções masculina e feminina do país.

Com a decisão da entidade, que foi confirmada após longos anos de batalha, homens e mulheres que representarem a seleção norte-americana receberão o mesmo pagamento e prêmios em dinheiro, inclusive em Copas do Mundo.

A França arrecadou por volta de US$ 38 milhões ao ter vencido o Mundial de 2018, na Rússia, enquanto os Estados Unidos faturou somente US$ 4 milhões por ganhar a Copa do Mundo feminina de 2019.

"Estou sentindo um orgulho extremo. Ser capaz de dizer, finalmente, salário igual para trabalho igual, é muito bom", celebrou a defensora Becky Sauerbrunn, em entrevista à emissora "NBC".

A diferença de remuneração entre homens e mulheres foi uma das questões mais controversas do mundo do futebol nos últimos tempos, principalmente depois dos quatro Mundiais conquistados pela seleção feminina dos Estados Unidos.

A equipe masculina, por sua vez, não jogou a Copa do Mundo de 2018 e seu melhor resultado foi um terceiro lugar na edição de 1930, no Uruguai. O país ainda sofreu para conseguir garantir uma vaga no Mundial do Catar. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA