Simone Biles alega preocupação com saúde mental após desistência

Atleta prioriza saúde e coloca em dúvida final contra brasileira

Atleta norte-americana desistiu da final de equipe (foto: ANSA)
08:42, 28 JulROMA ZCC

(ANSA) - Considerada uma das principais estrelas do Jogos Olímpicos de Tóquio, a ginasta norte-americana Simone Biles declarou que preocupações com sua "saúde mental" a levaram a abandonar a final por equipes no evento esportivo nesta terça-feira (27).

"Assim que eu piso no tatame, sou só eu e a minha cabeça, lidando com demônios. Tenho que fazer o que é certo para mim e me concentrar na minha saúde mental e não prejudicar minha saúde e meu bem-estar. Há vida além da ginástica", explicou a atleta após a derrota da equipe americana para o quarteto russo.

A norte-americana abandonou a final por equipes após não conseguir fazer uma boa apresentação em seu primeiro aparelho, o salto. Sua saída surpreendeu todos.

Em comunicado, a Federação de Ginástica dos Estados Unidos revelou que Biles deixou a decisão por motivos médicos e que ela seria avaliada para as próximas finais da modalidade.

"Eu senti que elas precisavam avançar sem mim e elas fizeram exatamente isso. Foi uma longa jornada olímpica, foi um longo ano. Depois da apresentação que fiz, não queria ir para os outros aparelhos, então quis dar um passo para trás, pensar na minha saúde mental", acrescentou Biles.

A ginasta ainda ressaltou que "é uma 'bosta' quando você está lutando com sua própria cabeça". "Você quer fazer isso por si mesmo, mas ainda fica muito preocupada com o que todo mundo vai dizer".

Ela tentou explicar seus sentimentos e mostrou que se sente desconfortável com si mesma. "Eu simplesmente não confio em mim tanto quanto antes. E não sei se é a idade, mas fico um pouco mais nervosa quando faço ginástica. Sinto que também não estou me divertindo tanto quanto antes", enfatizou.

Durante a coletiva, a norte-americana explicou que terá um dia folga nesta quarta-feira (28) e pensará no que irá fazer nos próximos dias. Biles não garantiu se continuará na competição. "Vamos passar um dia de cada vez e ver o que acontece", alegou.

Por fim, a melhor ginasta da atualidade lembrou que "a saúde mental é mais prevalente nos esportes agora" e todos precisam "proteger as mentes e os corpos" e "não apenas sair e fazer o que o mundo quer".

Tem certos dias em que todo mundo tuíta sobre você e você sente o peso do mundo. Não somos apenas atletas, somos pessoas e às vezes você só tem que dar um passo para trás", finalizou.

Apesar de ter desistido da disputa por equipe, Biles ainda tem outras provas para participar, sendo a principal na manhã de quinta-feira (29). Na final individual geral, ela se classificou em primeiro, com a brasileira Rebeca Andrade em segundo lugar.

A ginasta é um dos maiores nomes da modalidade e acumula quatro medalhas de ouro e uma de bronze nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en