Rayssa Leal cancela recepção e defende vacinação contra Covid

Medalhista olímpica pretende evitar aglomerações em Imperatriz

Rayssa Leal conquistou a medalha de prata nas Olimpíadas
Rayssa Leal conquistou a medalha de prata nas Olimpíadas (foto: ANSA)
11:10, 28 JulSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - A skatista Rayssa Leal, medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, cancelou nesta quarta-feira (28) sua recepção em Imperatriz, no Maranhão, para evitar aglomerações em função da pandemia do novo coronavírus.

Em uma publicação nas suas redes sociais, a brasileira afirmou que o momento ainda não é adequado e incentivou o publico a se vacinar contra a Covid-19.

"Por estarmos em um momento ainda muito delicado, eu decidi cancelar a minha recepção de chegada em Imperatriz para evitar aglomerações, evitem ir até o aeroporto. Eu queria muito receber o carinho de todos vocês, mas não é o momento. Se cuidem, usem máscara, álcool em gel e tomem a vacina, para tudo isso passar logo", disse a atleta.

De acordo com a programação da recepção, Rayssa iria desfilar em carro aberto pelas principais ruas da cidade de Imperatriz. No final, ela se encontraria com autoridades locais na Praça Mané Garrincha.

Aos 13 anos de idade, a skatista maranhense conquistou a prata em Tóquio na modalidade street do skate feminino. Ela se tornou a medalhista olímpica mais jovem da história do Brasil.

O Brasil registrou mais 1.333 mortes e 41.411 casos de Covid-19 no último período de 24 horas, elevando o total de óbitos e contágios para 551.835 e 19.749.073, respectivamente. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA