Após 2 ouros em Tóquio, Marcell Jacobs só voltará a competir em 2022

Velocista italiano ocupa o posto de homem mais rápido do mundo

Marcell Jacobs foi  um dos grandes nomes das Olimpíadas de Tóquio
Marcell Jacobs foi um dos grandes nomes das Olimpíadas de Tóquio (foto: EPA)
13:02, 12 AgoROMA ZLR

(ANSA) - Após ter conquistado duas medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o velocista italiano Marcell Jacobs anunciou nesta quinta-feira (12) que só vai voltar a competir em 2022.

Em seu perfil no Instagram, o homem mais rápido do mundo foi questionado por um seguidor sobre quando seria a próxima oportunidade de vê-lo em ação. "2022", respondeu Jacobs laconicamente.

O italiano disputaria uma etapa da Diamond League de atletismo em 21 de agosto, nos Estados Unidos, mas abriu mão da disputa em função de dores no joelho.

Com 26 anos de idade, Jacobs surpreendeu o mundo ao vencer os 100 metros rasos nas Olimpíadas de Tóquio, com um tempo de 9s80, novo recorde italiano e europeu. Além disso, faturou o ouro no revezamento 4x100 metros ao lado de Eseosa Desalu, Filippo Tortu e Lorenzo Patta.

Nascido em El Paso, no Texas (EUA), Jacobs é filho de pai americano e mãe italiana, mas vive desde pequeno no país materno e sempre competiu pelo time azzurro. Desde 2014, é atleta das Fiamme Oro (Chamas Douradas), equipe esportiva da Polícia de Estado da Itália. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA