Inglês do revezamento 4x100m em Tóquio é flagrado no doping

Se contraprova der positivo, equipe pode perder prata olímpica

Se o doping for confirmado na contraprova, a Grã-Bretanha vai perder a prata olímpica no revezamento 4x100m
Se o doping for confirmado na contraprova, a Grã-Bretanha vai perder a prata olímpica no revezamento 4x100m (foto: EPA)
11:04, 13 AgoROMA ZGT

(ANSA) - O velocista inglês Chijindu Ujah, medalha de prata no revezamento 4x100m nas Olimpíadas de Tóquio, foi suspenso nesta sexta-feira (13) por ter testado positivo em um exame antidoping, informou a Federação Internacional de Atletismo.

Se a contra-análise confirmar o uso de substância proibida, a equipe inglesa poderá perder a medalha de prata, em prova vencida pela Itália por apenas um décimo de segundo. A prata iria para o Canadá e a equipe chinesa conquistaria o bronze.

O laboratório montado nos Jogos Olímpicos apontou a presença da ostarina e da S-23 no sangue do atleta. Ambas são tipos de anabolizantes que pertencem à classe dos moduladores seletivos do receptor de andrógeno (SARMs) e ajudam no crescimento dos músculos.

Além de Ujah, outros três atletas também foram citados pela nota da Federação: Sadik Mikhou, do Bahrein, da prova dos 1.500m, "por uso de um método proibido (transfusão de sangue)" ; Benik Abramyan, da Geórgia, que disputava o lançamento de peso "uso de substâncias proibidas (DHCMT, Metandienona e Tamoxifeno)"; e Mark Otieno Odhiambo, do Quênia, dos 100m, por "presença/uso de substância proibida (Metasterona)".

Os três, porém, já haviam sido suspensos preventivamente ainda durante a competição olímpica. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA