Brasil conquista medalhas de ouro e prata nas Paralimpíadas

Os dois primeiros pódios do país no megaevento vieram na natação

O nadador Gabriel Geraldo faturou a medalha de prata em Tóquio
O nadador Gabriel Geraldo faturou a medalha de prata em Tóquio (foto: EPA)
12:08, 25 AgoSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - O Brasil faturou nesta quarta-feira (25) suas primeiras medalhas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, no Japão. Na natação, Gabriel Bandeira ficou com o ouro nos 100m borboleta da classe S14, já Gabriel Geraldo conquistou a prata nos 100m costas S2.

O segundo lugar de Geraldo na capital japonesa foi a primeira medalha do Brasil na atual edição das Paralimpíadas. O paratleta de 19 anos de idade esteve na liderança da prova, mas foi ultrapassado nos metros finais pelo chileno Alberto Abarza.

Bandeira, por sua vez, faturou o primeiro ouro brasileiro em Tóquio. O paratleta fechou a disputa com um tempo de 54s76 e estabeleceu o novo recorde paralímpico da prova, que estreou na atual edição das Paralimpíadas. O britânico Reece Duun ficou em segundo e o australiano Benjamin James Hance em terceiro.

Ao lado do atletismo, a natação é um dos carros chefes do Brasil nas Paralimpíadas e as duas medalhas do país mostram um início promissor na modalidade.

Bronzes

Os nadadores Phelipe Rodrigues e Daniel Dias conquistaram nesta quarta-feira (25) duas medalhas de bronze para o Brasil nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, no Japão.

Maior campeão paralímpico da história do país, Dias ficou em terceiro nos 200 metros livre da classe S5, atrás somente do medalhista de ouro italiano Francesco Bocciardo e do espanhol Antoni Ponce. Esse foi o 25º pódio do nadador de 33 anos.

Rodrigues, por sua vez, faturou o bronze nos 50 metros livre da classe S10. Ele terminou a prova atrás do australiano Rowan Crothers e do ucraniano Maksym Krypak.

Até o momento, o Brasil já contabiliza quatro medalhas nas Paralimpíadas de Tóquios, sendo um ouro, uma prata e dois bronzes.

Primeiro ouro

A australiana Paige Greco conquistou a prova de ciclismo de perseguição e faturou a primeira medalha de ouro das Paralimpíadas de Tóquio.

A atleta quebrou o recorde mundial ao concluir a etapa em 3m50s81 e ficou na frente da chinesa Xiaomei Wang e da alemã Denise Schindler. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA