Pequim tem 1º caso local de Ômicron a 3 semanas de Olimpíadas

Contágio foi registrado em distrito de tecnologia

Pequim vai receber Olimpíadas de Inverno em fevereiro
Pequim vai receber Olimpíadas de Inverno em fevereiro (foto: EPA)
16:17, 15 JanPEQUIM ZLR

(ANSA) - Faltando três semanas para as Olimpíadas de Inverno de 2022, a cidade de Pequim registrou neste sábado (15) seu primeiro caso de transmissão local da variante Ômicron do novo coronavírus, o que pode colocar em xeque a abordagem "Covid zero" promovida pela China.

O contágio foi descoberto no distrito de Haidian, conhecido por sediar diversas empresas de tecnologia. De acordo com a Prefeitura, já teve início uma operação de testagem no complexo residencial e no edifício de trabalho da pessoa infectada. Além disso, 17 locais relacionados ao caso foram isolados.

Nas últimas semanas, as autoridades de Pequim pediram para seus habitantes evitarem viagens desnecessárias, inclusive durante o Ano Novo Chinês, celebrado em 1º de fevereiro, de modo a reduzir o risco de contágio.

A China adota uma política de tolerância zero contra a Covid-19 e coloca cidades inteiras em lockdown, além de fazer testagens em massa, depois de apenas alguns poucos casos.

As Olimpíadas de Inverno começam em 4 de fevereiro, mas a presença de torcedores estrangeiros está proibida. O país de 1,4 bilhão de habitantes foi o berço da pandemia, mas registra apenas 117.678 casos e 4.849 mortes em dois anos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA