Brasileira sofre acidente na Itália e não disputará Olimpíadas

Bruna Moura sofreu diversas contusões em uma colisão na estrada

Bruna Moura iria disputar pela 1ª vez na carreiras as Olimpíadas de Inverno
Bruna Moura iria disputar pela 1ª vez na carreiras as Olimpíadas de Inverno (foto: Divulgação/Bruna Moura )
15:13, 27 JanSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - A esquiadora brasileira Bruna Moura sofreu um grave acidente de carro nesta quinta-feira (27) na Itália e não conseguirá disputar as Olimpíadas de Inverno de Pequim, na China.

A atleta de 27 anos de idade, que representaria o país no esqui cross country, quebrou os pés e o braço na colisão. O motorista do veículo, por sua vez, morreu na hora.

Bruna garantiu sua vaga para os Jogos Olímpicos em um torneio na Áustria, mas testou positivo para o novo coronavírus no dia seguinte e ficou isolada no país europeu. O acidente aconteceu em Vandoies, na região do Trentino-Alto Ádige, no meio do caminho para o aeroporto de Munique, na Alemanha.

Caso não tivesse contraído o novo coronavírus, a atleta deveria ter viajado para China na última quarta-feira (26). O voo de Bruna, no entanto, havia sido transferido para dia 1º de fevereiro.

Em um comunicado, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) e a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) informaram que Eduarda Ribera assumirá a vaga de Bruna. Os Jogos de 2022 estão previstos para começar em 4 de fevereiro.

"Bruna sofreu fraturas na ulna (osso do antebraço) e nos pés e se encontra hospitalizada. O COB e a CBDN estão prestando todo o suporte à atleta", disseram as entidades.

Natural de Caraguatatuba, em São Paulo, Bruna iria disputar pela primeira vez na carreira as Olimpíadas de Inverno. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA