Governo Renzi recebe voto de confiança no Senado

169 votos a favor; 139 contrários. Nesta quarta (25), votação será feita na Câmara dos Deputados

Matteo Renzi assumiu o posto de premier no último sábado (22)
Matteo Renzi assumiu o posto de premier no último sábado (22) (foto: ANSA)
08:30, 25 FevROMA ZLR

(ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, recebeu na noite desta segunda-feira (24) o voto de confiança do Senado. Ao todo, 169 parlamentares se posicionaram a favor do premier e 139 ficaram contra. O mesmo procedimento ocorrerá nesta terça-feira (25) na Câmara dos Deputados, onde o secretário do Partido Democrático (PD) e ex-prefeito de Florença deve obter um apoio mais amplo.
    No começo do dia, o sucessor de Enrico Letta discursou no Parlamento para apresentar seu programa e seus objetivos à frente do governo italiano. No pronunciamento, Renzi afirmou que o país precisa ter "coragem" para tomar "medidas radicais" e se reerguer da crise econômica. O primeiro-ministro também anunciou que as prioridades de sua administração serão a educação e as reformas eleitoral, trabalhista e fiscal. Em seguida, o foco serão o déficit das contas públicas, a criação de fundos para pequenas empresas e a redução de impostos. "Sabemos perfeitamente que vivemos em uma época de grande dificuldade. Temos consciência de que devemos recuperar a coragem, o gosto e o prazer de tornar os sonhos maiores e concretos", disse Renzi aos senadores.
    O premier ainda declarou que a situação da economia italiana "requer mudanças radicais". Segundo ele, essas idéias já foram discutidas e serão aprofundadas nas próximas semanas com Pier Carlo Padoan, vice-secretário-geral da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e recém-nomeado ministro da Economia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA