Protestos em Roma deixam dezenas de feridos

Manifestantes são contra a política econômica de Renzi

Protestos em Roma acabaram em violência. (foto: ANSA)
13:10, 13 AbrROMA ZGT

(ANSA) - Milhares de pessoas protestaram contra o governo neste sábado (12) em Roma. Os manifestantes são contra as medidas de austeridade do primeiro-ministro, Matteo Renzi, e pedem mais empregos e moradias. Durante o percurso, por diversas vezes, alguns manifestantes urinaram em frente aos ministérios.
    Enquanto passavam em frente ao ministério de Desenvolvimento Econômico, os manifestantes jogaram objetos e fogos de artifício contra os tanques blindados que faziam a proteção do local. Uma das pessoas que estavam no local, segurando um dos fogos de artifício, acabou perdendo alguns dedos quando o explosivo estourou na sua mão.
    A partir desse momento, os confrontos entre as forças de segurança e alguns membros que estavam no protesto começaram a aumentar. Um grupo de pessoas encapuzadas começou a brigar com os policiais e, ao menos, 30 manifestantes ficaram feridos, sendo 12 levados ao hospital. Segundo o prefeito de Roma, Ignazio Marino, "o direito de se manifestar, sobretudo com um tema tão importante e dramaticamente atual, não pode se transformar em violência". A polícia controlou a manifestação depois de quase uma hora de conflitos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA