Brasileiro 'depreda' edifício em frente ao Coliseu

Autor do delito tem 16 anos e estava em excursão escolar

Foto mostra parede 'depredada' pelo brasileiro (foto: ANSA)
17:19, 20 MaiROMA ZLR

(ANSA) - Um adolescente brasileiro de 16 anos que estava em uma excursão escolar escreveu a letra "M" no muro do terraço Valadier, um mirante do século XIX localizado em frente ao Coliseu de Roma, mas foi pego pela equipe que faz a segurança do monumento. Os vigilantes chamaram imediatamente a polícia, que identificou o jovem e o levou para uma delegacia.
    Agora o menor corre o risco de ser denunciado na Justiça por danos ao patrimônio cultural. "Mais uma vez o pessoal da vigilância do Coliseu agiu rapidamente, reduzindo inclusive a gravidade do dano", disse Mariarosaria Barbera, superintendente para os bens arqueológicos da capital italiana.
    Esse foi o terceiro episódio de vandalismo em 2014 por parte de turistas no anfiteatro romano. No dia 17 de março, um canadense de 15 anos, também em excursão do seu colégio, retirou um tijolo de uma das paredes do monumento e escondeu na sua mochila, junto com um fragmento cerâmico. Contudo, outro visitante tirou uma foto do ato e mostrou para a equipe de segurança, que recuperou os objetos.
    Em 11 de janeiro, um pai e um filho australianos, de 45 e 12 anos, tentaram eternizar sua visita a Roma inscrevendo os seus nomes no Coliseu. O jovem já tinha conseguido escrever duas letras com uma pequena pedra quando foi descoberto. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA