Premier japonês alerta Renzi para risco de deflação

Shinzo Abe se encontrou com o primeiro-ministro da Itália

Shinzo Abe e Matteo Renzi se encontraram em Roma, após o japonês se reunir com o papa Francisco
Shinzo Abe e Matteo Renzi se encontraram em Roma, após o japonês se reunir com o papa Francisco (foto: ANSA)
14:18, 07 JunROMA ZLR

(ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, recebeu nesta sexta-feira (6) o premier do Japão, Shinzo Abe, que advertiu seu colega para o risco de deflação na Europa. O encontro ocorreu em Roma, logo após o líder asiático se reunir com o papa Francisco, no Vaticano.
    "A deflação é uma morte lenta, que destrói a todos. E sair dela é um processo difícil e cansativo", disse o chefe de governo japonês, segundo o seu conselheiro econômico, Tetsuro Honda. Ele ainda recordou como a baixa dos preços nos últimos anos prejudicou a economia do seu país. O aviso de Abe chega no dia seguinte à decisão do Banco Central Europeu de reduzir sua taxa de juros para 0,15%, o menor patamar da história. Um dos objetivos da medida é justamente evitar o risco de deflação.
    Segundo fontes da embaixada japonesa em Roma, os dois líderes também trocaram opiniões sobre as políticas econômicas em suas nações e ressaltaram o objetivo comum de "retomar o crescimento e diminuir o desemprego por meio de reformas estruturais". Além disso, Renzi e Abe se comprometeram a trabalhar lado a lado para reforçar as relações entre a União Europeia e o Japão, principalmente quando a Itália assumir a presidência rotativa semestral do bloco, em julho. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA