43% das aposentadorias não chegam a mil euros na Itália

A porcentagem representa mais de 6,8 milhões de pessoas

Fila em frente a uma sede do Instituto Nacional de Previdência Social italiano (INPS)
Fila em frente a uma sede do Instituto Nacional de Previdência Social italiano (INPS) (foto: ANSA)
16:07, 08 JulROMA ZCC

(ANSA) - O Instituto Nacional de Previdência Social italiano (INPS) anunciou hoje, 8, que mais de 6,8 milhões de pessoas recebem aposentadoria com valores menores a 1 mil euros mensais (cerca de R$3 mil). O valor representa 43% dos pensionistas na Itália.
    Nesta fatia, 13,4% dos pensionistas, o que equivale a 2,1 milhões de pessoas, recebe menos de 500 euros mensais (cerca de R$1500).
    "Quase 1,5 milhões foram os beneficiados em 2013 de tratamentos ligados a perda de trabalho ou desemprego", afirmou o comissário extraordinário do INPS, Vittoria Conti. Ele também afirmou que "entre 2012 e 2013, foram 54 mil unidades o saldo negativo das empresas com dependentes e as posições de trabalho diminuíram quase em 500 mil postos". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA