Vêneto começa a debater plebiscito sobre autonomia

Consulta popular é uma promessa do governador Luca Zaia

Vista externa do Canal Grande de Veneza, capital do Vêneto
Vista externa do Canal Grande de Veneza, capital do Vêneto (foto: ANSA)
18:06, 05 FevVENEZA ZLR

(ANSA) - A região do Vêneto, no norte da Itália, caminha para realizar em 2016 um plebiscito sobre sua autonomia. O governo comandado por Luca Zaia, do partido de extrema-direita Liga Norte, deve se reunir nos próximos dias para analisar questões ligadas a todo o percurso jurídico para realizar a votação.

 

Os termos da consulta que sairão do palácio Balbi, em Veneza, indicarão o quanto o gabinete de Zaia exigirá e como será apresentada a questão da chamada "autonomia fiscal". Há anos o governador revindica o retorno do "dinheiro do Vêneto aos vênetos". Com cerca de 5 milhões de habitantes, a região é uma das mais ricas da Itália, e o plebiscito foi uma das promessas de campanha de Zaia, reeleito no ano passado.

 

No entanto, ele garante que, apesar das diferenças com o governo nacional, o caminho para a consulta popular deve ficar dentro da lei. "2016 será o ano do plebiscito pela autonomia do Vêneto. A sua liberdade, caro governo, inicia onde termina a minha. Aqui está o desafio, os cidadãos nos elegeram para isso", declarou Zaia em dezembro passado. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA