Hotel atingido por avalanche tinha spa e piscinas aquecidas

Hotel Rigopiano estava localizado em Farindola, em Pescara

Hotel atingido por avalanche tinha spa e piscinas aquecidas (foto: ANSA)
17:59, 19 JanSÃO PAULO ZAR

(ANSA) - O conhecido Hotel Rigopiano, o Gran Sasso Resort da cidade de Farindola, na província italiana de Pescara, foi atingido na noite desta quarta-feira, dia 18, por uma avalanche que deixou dezenas de pessoas soterradas e mortas.

Em um ambiente de muito luxo e cercado por uma bela natureza, o hotel quatro estrelas de três andares foi inspirado na estética do grande poeta e dramaturgo nacional da região, Gabrele D'Annunzio, construído na década de 1970 e recentemente passou por uma reestruturação.

O local contava com 43 quartos, um centro de bem estar, um spa, piscinas coberta e descoberta aquecidas em uma superfície de 1,2 mil metros quadrados com uma vista de tirar o fôlego para o mar.

Vários eventos eram organizados no hotel em todos os períodos do ano e o espaço atraia principalmente casais que gostavam de fugir das grandes cidades e aproveitar um ambiente de relaxamento graças também à acolhedora atmosfera do restaurante Il Vate.

A estrutura também era usada frequentemente para reuniões, encontros, seminários, cursos de formação e worshops, contando com três modernas salas que poderiam abrigar 280 pessoas.

No site de viagens "Trip Advisor", a maioria das avaliações dá cinco estrelas para a hospedagem, afirmando que ela é "espetacular", "mágica" e um "lugar de conto de fadas" com 579 avaliações que atribuem a qualidade "excelente" ao espaço.

Na página do Facebook do hotel, a acomodação pediu "silêncio" pela tragédia. "E hoje, por favor, silêncio". Em poucas horas, suas redes sociais ficaram repletas de comentários emocionados de italianos e turistas que lamentavam o acontecido.

(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA