Comandante 'herói' do Costa Concordia se lança na política italiana

De Falco ficou famoso no mundo inteiro ao gritar com Schettino

De Falco ficou famoso por gritar com Schettino em meio à tragédia do Costa Concordia
De Falco ficou famoso por gritar com Schettino em meio à tragédia do Costa Concordia (foto: ANSA)
12:33, 05 JanSAN GIORGIO DELLA RICHINVELDA ZGT

(ANSA) - Entre as milhares de pré-inscrições do Movimento Cinco Estrelas (M5S), principal partido de oposição na Itália, para concorrer a um cargo público nas eleições de março deste ano, um nome chamou a atenção: o do comandante Gregorio De Falco.

O militar ficou mundialmente conhecido na tragédia com o navio de cruzeiro Costa Concordia, em janeiro de 2012, que matou 32 pessoas, quando gritou com o então comandante da embarcação, Francesco Schettino, para retornar ao navio.

Sua frase "Vada a bordo, cazzo" ("Volte a bordo, car**"), virou slogan para uma série de produtos e elevou De Falco a categoria de "herói nacional".

O mais provável é que ele dispute um posto para o Senado, por conta do regulamento do M5S que não permite que novos filiados com mais de 40 anos se candidatem à Câmara dos Deputados, na lista de Livorno.

"Houve uma grandíssima participação e eu estou muito feliz. Milhares e milhares de cidadãos que decidiram se candidatar conosco. Nomes conhecidos, como o comandante De Falco, mas também personagens do jornalismo e das universidades", disse o chefe político do M5S, Luigi Di Maio.

O Movimento abriu as inscrições para que pessoas de todo o país se inscrevessem para concorrer a um cargo de deputado ou senador das próximas eleições de 4 de março, em prazo que se encerrou nesta quarta-feira (3), e fará uma espécie de "primárias" para escolher quem de fato disputará a eleição. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA