Líbia solta pesqueiro italiano que estava apreendido

Navio Tramontana estava apreendido no porto de Misurata

19:31, 24 JulROMA ZBF

(ANSA) - A Itália informou nesta quarta-feira (24) que o navio pesqueiro Tramontana, que tinha sido apreendido ontem pelas autoridades da Líbia, foi liberado e retornará ao país.

"O navio Tramontana, com toda sua tripulação, acabou de deixar o porto de Misurata para retornar à Itália", anunciou o Palácio Chigi. "Ontem, o navio Tramonta, da frota [da cidade] de Mazara del Vallo, foi interceptado por motivos administrativos pela Guarda Costeira da Líbia enquanto pescava no golfo de Sirte. A imediata coordenação sobre o acontecimento, envolvendo a Presidência do Conselho, o Ministério das Relações Exteriores e a Embaixada da Itália e Trípoli permitiram uma solução rápida para o caso", informou o governo italiano. Segundo apuração, o pesqueiro teria ido para o mar há um mês, com sete homens a bordo, sendo cinco de Mazara del Vallo, na Sicília, e dois de origem tunisiana. O navio deveria voltar para a Itália somente no início de agosto.

Ontem, a embarcação estava na costa da Líbia junto com diversos outros navios quando foi abordada por uma unidade da Guarda Costeira do país africano. Militares líbios chegaram a embarcar no Tramontana para leva-lo ao porto de Misurata, onde foi colocado em "apreensão administrativa".

Até agora, não se sabe exatamente os motivos reais da apreensão.

O caso, porém, preocupou o governo italiano devido à tensão política na Líbia e aos recentes incidentes envolvendo embarcações em outros lugares do mundo, como no Oriente Médio.
    (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA