Comandante de cruzeiro é indiciado por incidente em Veneza

Navio da Costa quase bateu em iate na Bacia de San Marco dia 7

Comandante de cruzeiro é indiciado por incidente em Veneza (foto: ANSA)
19:50, 26 JulVENEZA ZCC

(ANSA) - O Ministério Público de Veneza indiciou por risco de naufrágio o comandante do navio de cruzeiro que quase se chocou contra um cais e um iate na Bacia de San Marco no último dia 7 de julho.

Segundo a imprensa italiana, o nome de Nicolantonio Palombella já havia sido registrado no inquérito do promotor Andrea Petroni dois dias depois do acidente. No entanto, ele ainda não foi formalmente ouvido pelo Departamento de Finanças, responsável pelas investigações do caso.

Além disso, as autoridades não descartam a possibilidade de incluir outras pessoas na lista de suspeitos. O incidente envolvendo o navio da Costa Cruzeiros ocorreu em meio a uma forte chuva e provocou pânico a bordo.

Na ocasião, o "Costa Deliziosa", com quase 300 metros de comprimento e capaz de transportar cerca de 3 mil pessoas, quase se chocou contra um cais e um iate, mas os rebocadores conseguiram evitar uma tragédia.

O episódio ocorreu cerca de um mês depois da colisão de um outro cruzeiro contra o cais e um barco em Veneza.

Os dois incidentes reacenderam a polêmica em torno dos danos infligidos à cidade italiana e deu novo combustível à troca de acusações entre as autoridades sobre a demora para a implantação de um projeto para impedir a passagem de grandes embarcações pelo centro histórico de Veneza. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA