Israel rejeita turistas da Itália após novo caso de vírus

Governo relatou que sétimo infectado chegou de viagem da Itália

Israel rejeita turistas da Itália após novo caso de vírus (foto: EPA)
12:08, 27 FevTEL AVIV ZCC

(ANSA) - A Autoridade de Imigração de Israel recusou nesta quinta-feira (27) a entrada no país de passageiros vindos da Itália, terceira nação com mais casos de coronavírus em todo o mundo.

Segundo o site "Ynet", pelo menos 25 cidadãos, sendo 19 italianos e outros estrangeiros, que estavam em um voo de Bergamo precisaram retornar para o território italiano.

Além disso, os israelenses também barraram outros 23 passageiros que desembarcaram no aeroporto Ben Gurion em Tel Aviv de um voo de Veneza e nove de um voo de Milão. Todos serão enviados para Roma.

A decisão foi tomada depois que o Ministério da Saúde de Israel confirmou hoje cedo que um homem que havia retornado da Itália nos últimos dias "contraiu o coronavírus".

O governo, no entanto, não deu mais detalhes sobre o estado de saúde do infectado, afirmando apenas que a pessoa foi colocada na área de quarentena do hospital Sheba, perto de Tel Aviv.

O Ministro do Interior de Israel, Arie Deri, por sua vez, anunciou que um decreto que impede a entrada de passageiros da Itália no país já foi assinado.

O novo caso de coronavírus eleva para sete o número total de contaminados. Os outros seis contraíram a doença a bordo de um navio de cruzeiro que ficou em quarentena por duas semanas no Japão. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA