Coronavírus deixa quase 150 mortos na Itália

Ao todo, as 20 regiões registraram 3858 casos de infecções

Todas as 20 regiões da Itália foram atingidas pela epidemia. A única que não tinha registrado casos da doença era Vale de Aosta (foto: ANSA)
08:13, 06 MarROMA ZCC

(ANSA) - As autoridades italianas informaram nesta quinta-feira (5) que a epidemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) provocou a morte de 148 pessoas em todo o país.

Segundo o chefe da Defesa Civil da Itália, Angelo Borrelli, a quantidade de pacientes contaminados aumentou mais 590, totalizando 3.296 infecções. Ao todo, o país registrou 3858 casos de coronavírus, sendo que 414 estão recuperadas.

O novo balanço mostra que 1.777 pacientes estão concentrados na Lombardia, 658 na Emília-Romagna e 380 no Vêneto. Na sequência aparecem as seguinte regiões: Piemonte (106); Marcas (120); Campânia (45); Ligúria (21); Toscana (60); Lazio (41); Friuli Venezia Giulia (21); Sicília (16); Puglia (12); Abruzzo (8); Trentino (7); Molise (7); Úmbria (9); Calábria (2); Sardenha (2); Vale de Aosta (2); Bolzano (1); e Basilicata (1).

As vítimas foram contabilizadas na Lombardia (98), Emília-Romagna (30), Vêneto (10), Marcas (4), Ligúria (3) e Puglia (1).

Nesta quinta-feira (5), todas as 20 regiões da Itália foram atingidas pela epidemia. A única área que não havia registrado casos pela doença era o Vale de Aosta, que contabilizou duas infecções.

O surto da Covid-19 fez o governo aprovar um decreto com novas medidas em âmbito nacional para conter a propagação do vírus. O texto inclui o fechamento de escolas e universidades até o próximo dia 15 de março, além da proibição de eventos esportivos e atividades culturais. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA