Ucrânia e Portugal suspendem todos os voos para a Itália

Diversas empresas regionais também anunciaram suspensão de voos

Países e companhias aéreas estão suspendendo voos para a Itália
Países e companhias aéreas estão suspendendo voos para a Itália (foto: )
14:08, 11 MarMOSCOU E ROMA ZGT

(ANSA) - Os governos da Ucrânia e de Portugal anunciaram nesta quarta-feira (11) a suspensão de todos os voos para a Itália como forma de evitar a propagação do novo coronavírus (Sars-CoV-2) em seus países.

"Hoje, a decisão foi efetivamente emitida e as companhias aéreas começaram a aplicá-la, o que significa, de fato, um cancelamento dos serviços aéreos entre Ucrânia e Itália no momento", destacou o primeiro-ministro ucraniano, Denis Shmygal, em entrevista à agência russa Interfax.

Já o governo de Lisboa anunciou que a suspensão durará pelo período de 14 dias, segundo nota divulgado pela Farnesina. A decisão segue uma medida idêntica do governo de Malta, que anunciou nesta terça-feira (10) a suspensão das viagens. Além das instituições, diversas companhias aéreas seguiram a linha das restrições e suspensões, como a Ryanair, EasyJet, Air France e Jet2.

Nesta quarta, foi a vez da Brussels Airlines suspender todos os voos que partem e que chegam dos aeroportos italianos entre 12 de março e 3 de abril. Já a companhia holandesa KLM suspendeu todos os voos para Milão, Nápoles e Veneza também até 3 de abril.

Outra empresa que tomou decisão semelhante foi a finlandesa Finnair, que cancelou a rota Helsinki-Roma (e vice-versa) entre os dias 12 de março e 7 de abril, e a rota até Milão mantém-se suspensa até o mesmo dia. Além disso, a empresa cancelou 2,4 mil voos, entre 29 de março e 30 de abril, para os aeroportos de Bolonha e Veneza.

A mesma linha foi adotada pela Aeroflot, que suspendeu os voos para diversas cidades da Itália, Espanha, França e Alemanha entre os dias 13 de março e 30 de abril. Em uma medida mais extrema, a companha aérea alemã Lufthansa anunciou o cancelamento de 23 mil voos para diversos países europeus.

"À luz das circunstâncias excepcionais causadas pela propagação do coronavírus, a Lufthansa anuncia uma redução dos horários dos voos para os passageiros das suas companhias entre 29 de março e 24 de abril. O corte atingirá todas as companhias áreas do Grupo. Demais cancelamentos estão previstos para a próxima semana", declarou a empresa em nota. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA