Itália fecha parques públicos para conter coronavírus

Governo anunciou novas medidas restritivas para o país

Atividades físicas poderão ser realizadas perto da residência das pessoas
Atividades físicas poderão ser realizadas perto da residência das pessoas (foto: ANSA)
16:12, 20 MarROMA ZCC

(ANSA) - O governo italiano anunciou nesta sexta-feira (20) novas medidas restritivas em âmbito nacional para conter o avanço da propagação do novo coronavírus (Sars-CoV-2), depois que a doença já matou mais de 4 mil pessoas em todo o país.

A nova ordem proíbe o acesso da população a parques, jardins, vilas, áreas de lazer e jardins públicos. As regras começam a valer neste sábado (21) e ficarão em vigor até 25 de março.

Segundo o decreto, também não será permitido jogos ou recreação ao ar livre e viagens para outras residências durante os feriados. Além disso, as lojas de alimentos das estações ferroviárias serão fechadas.

No entanto, será possível realizar atividades físicas individuais perto da própria residência, desde que o cidadão respeite a distância de pelo menos um metro entre a outra pessoa.

"É necessário fazer ainda mais para conter o contágio. Garantir um distanciamento social eficaz é fundamental para combater a propagação do vírus. O comportamento de todos é essencial para vencer a batalha", afirmou o ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, após a assinatura do documento.

As medidas se somam às restrições existentes, que determinaram o fechamento de bares e lojas de todo o país, na tentativa de conter o avanço do novo coronavírus. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA