Cidades italianas farão 1 minuto de silêncio para vítimas do coronavírus

Bandeiras em frente às prefeituras ficarão a meio-mastro

Bandeiras ficarão a meio-mastro por todo o país no dia 31 de março [Foto de arquivo]
Bandeiras ficarão a meio-mastro por todo o país no dia 31 de março [Foto de arquivo] (foto: FABIO CAMPANA/ANSA)
09:37, 28 MarROMA ZGT

(ANSA) - A Associação Nacional das Prefeituras Italianas (Anci) anunciou que fará uma homenagem, no próximo dia 31 de março, para as vítimas do novo coronavírus (Sars-CoV-2) e para todos aqueles que estão trabalhando na linha de frente do combate à pandemia.

"Bandeiras a meio-mastro e um minuto de silêncio observado pelo prefeito em frente à prefeitura de cada município em todas as comunas italianas na terça-feira (31), às 12h, em sinal de luto e de solidariedade. Para lembrar das vítimas do coronavírus, para honrar o sacrifício e o compromisso dos operadores sanitários, para abraçar idealmente todos, para dar apoio uns aos outros, como sabemos fazer ao sermos prefeitos", explicou o presidente da Anci e prefeito de Bari, Antonio Decaro.

A iniciativa foi proposta pelo governador da província de Bergamo, Gianfranco Gafforelli, e agora será adotada por todos os municípios.

"Como ocorre sempre nas grandes emergências, nós, prefeitos, destinatários e protetores das preocupações dos cidadãos e de suas compreensíveis angústias, somos submetidos às fortes pressões de ter a responsabilidade de uma comunidade inteira. O desconforto, que nós sentimos, não devem prevalecer. Reajamos com força para transmitir confiança e esperança", acrescentou.

Até o momento, a Itália tem 80.589 casos confirmados da Covid-19 e contabiliza 8.215 mortes, sendo a nação que mais registrou óbitos relacionados à nova doença. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA