Universidade fotografa cepa italiana do novo coronavírus

Imagem foi capturada em um hospital em Milão, na Lombardia

As fotos foram feitas a partir de um microscópio eletrônico (foto: )
14:34, 02 AbrMILÃO ZRS

(ANSA) - A Universidade Estatal de Milão, na Itália, anunciou nesta quinta-feira (2) que foi registrada a primeira imagem da cepa do vírus Sars-CoV-2, causador da Covid-19, isolada na Lombardia, no norte do país.

O retrato em preto e branco foi feito no Hospital Sacco, em Milão, a partir de um microscópio eletrônico. A imagem mostra as partículas virais ligadas às membranas celulares, além da típica coroa de glicoproteínas.

Os cientistas do departamento de doenças infecciosas do hospital, que foram coordenados por Massimo Galli e Gianguglielmo Zehender, fizeram o isolamento e precisaram aproximar até 30 mil vezes a imagem do microscópio para conseguir capturar as fotografias.

Na imagem ampliada 30 mil vezes, é possível observar as particulas virais do Sars-CoV-2 (indicadas por setas), ligadas nas membranas da superfície e das células internas utilizadas para isolamento.

Já as outras duas imagens, que foram capturadas em diferentes ampliações (50.000x e 140.000X), mostram as partículas virais com a ultraestrutura típica do vírus, caracterizada pela coroa das glicoproteínas.

De acordo com a Defesa Civil da Itália, o país registra 13.155 mortos em decorrência do coronavírus. Já o número de contágios chegou a 110.574.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA