Itália registra queda no número de mortes por vírus em 24h

Quantidade total de vítimas passou de 15 mil

Funcionários da Proteção Civil em feira livre no Rialto
Funcionários da Proteção Civil em feira livre no Rialto (foto: ANSA)
13:53, 04 AbrROMA ZCC

(ANSA) - A Itália registrou 681 novas mortes pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2) nas últimas 24 horas, elevando para 15.362 o número total de vítimas na pandemia, informou a Defesa Civil neste sábado (4).

O dado é menor do que o registrado nesta sexta-feira (3), quando ocorreram 766 óbitos pelo país.

Segundo o balanço, mais 2.886 novos casos de coronavírus foram identificados em um dia. Com isso, o número de infectados subiu para 88.274 contágios ativos. Ao todo, a Itália já teve 124.632 pessoas contaminadas.

A quantidade de curados ganhou o acréscimo de 1.238 indivíduos, chegando a 20.996. A boa notícia é que, "pela primeira vez, o número de pacientes em terapia intensiva diminui (-74)", informou o chefe da Defesa Civil, Angelo Borrelli.

"Esta é uma notícia importante porque permite que nossos hospitais respirem. É o primeiro valor negativo desde quando começamos o gerenciamento de emergências", afirmou.

Ao todo, 3.994 pacientes com coronavírus estão internados em terapia intensiva. Destes, 1.326 estão na Lombardia, onde foi determinado pelo governador Attilio Fontana que todos os cidadãos que precisarem sair de casa terão que utilizar máscara ou qualquer outra proteção no nariz e na boca.

A Lombardia continua sendo a região com o maior número de afetados pela Covid-19: são 49.118 contagiados, um aumento de 1.598 na comparação com ontem(3), quando registrou mais 1455 casos, elevando o total para 49.118.

Na sequência dos casos confirmados, ainda aparecem as regiões de Emília-Romagna (16.540), Vêneto (10.824), Piemonte (11.709), Toscana (5.671), Marcas (4.341), Ligúria (4.203), Lazio (3.757), Campanha (2.828), Trentino Alto-Ádige (2.220), Púglia (2.240), Friúli-Veneza Giulia (1.986), Sicília (1.932), Abruzzo (1.628), Bolzano (1.592), Úmbria (1.210), Sardenha (874), Calábria (741), Vale d'Aosta (748), Basilicata (264) e Molise (206). (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA