Itália denuncia 9 mil por violação de isolamento em um dia

Dados foram revelados neste domingo pelo Ministério do Interior

Autoridades italianas estão realizando operações pelas ruas do país
Autoridades italianas estão realizando operações pelas ruas do país (foto: ANSA)
11:14, 05 AbrROMA ZCC

(ANSA) - As autoridades italianas anunciaram neste domingo (5) que 9.284 pessoas foram sancionadas nas últimas 24 horas por violação das medidas restritivas impostas pelo governo para evitar o avanço do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

De acordo com dados do Ministério do Interior da Itália, o número diz respeito aos cidadãos que tentaram viajar para outro território.

Ontem (4), 8.187 indivíduos já haviam sido denunciados pelo não cumprimento das regras de isolamento social. Pelo menos 54 foram acusados por falsas alegações na autodeclaração e outros 10 por violação da quarentena.

Além disso, 173 empresários foram punidos e 27 medidas de fechamento de empresas cumpridas. Desde que as regras de bloqueio entraram em vigor, mais de 182 mil pessoas foram denunciadas.

Na província de Milão, na Lombardia, 14.066 casos foram registrados, sendo que 9.878 pessoas foram verificadas, 382 sancionadas e uma relatada por fazer declarações falsas.

As autoridades italianas estão realizando operações pelas ruas do país para garantir o cumprimento das determinações do governo na luta contra a disseminação do novo coronavírus. Até o momento, a doença já matou mais de 15 mil pessoas na Itália. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA