Itália prevê queda de mais de 420 mil empregos em 2020

Metade deles está no setor do turismo

Bankitalia prevê queda de 422 mil postos de trabalho no país
Bankitalia prevê queda de 422 mil postos de trabalho no país (foto: AFP)
11:06, 07 AbrROMA ZGT

(ANSA) - O Banco Central da Itália (Bankitalia) publicou nesta terça-feira (07) um relatório em que prevê o fechamento de cerca de 422 mil postos de trabalho em 2020, sendo que a metade deles está no setor de turismo por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Afirmando que esse é um "cenário de crise sem precedentes", a entidade afirma que a redução na quantidade de empregos será de -2,1% na comparação com 2019.

Já o Instituto Nacional de Estatísticas (Istat) chamou a situação atual de um "choque generalizado, sem precedentes históricos, que envolve tanto a oferta quanto a demanda" de produtos em todo o mundo.

Para a Itália, o Istat afirma que se as medidas de isolamento social obrigatório forem mantidas até junho, a "redução do consumo seria de 9,9%, com uma queda geral do valor agregado de 4,5%". No entanto, o órgão também apresentou uma estimativa para as vendas ao público final em fevereiro, que aponta uma alta de 0,8% no valor total e de 0,9% no volume.

Segundo os dados prévios, os bens alimentares tiveram um aumento na venda de 1,1% em valor e 1,2% em volume e os bens não alimentares tiveram alta de 0,5% e de 1,2% nos mesmos valores, respectivamente. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA