Itália tem 147 mil casos e quase 19 mil mortes em pandemia

Número de pacientes em UTIs caiu pelo sétimo dia seguido

Apesar de medidas de isolamento ainda estarem em vigor, cidadãos já voltaram a lotar ruas em Nápoles, sul da Itália
Apesar de medidas de isolamento ainda estarem em vigor, cidadãos já voltaram a lotar ruas em Nápoles, sul da Itália (foto: )
13:35, 10 AbrROMA ZLR

(ANSA) - O número de casos do novo coronavírus (Sars-CoV-2) na Itália chegou a 147.577, segundo balanço divulgado nesta sexta-feira (10) pela Defesa Civil.

Isso representa um aumento de 2,8% em relação ao dia anterior, quando o país havia registrado uma alta de 3%. Em termos absolutos, o crescimento foi de 3.951 casos.

 

Já o número de mortes chegou a 18.849, após um acréscimo de 570 óbitos, o que significa 3,1% em termos relativos, menor taxa desde os primeiros falecimentos, no fim de fevereiro.

A Itália também soma 30.455 curados, 1.985 a mais (7%) que no balanço anterior. Com isso, o número de casos ativos (que desconta curados e mortos) atingiu 98.273, alta de 1,4%.

Desse total, 66.534 estão em isolamento domiciliar; 28.242 pacientes estão internados em quartos normais; e 3.497 seguem em UTIs. É o sétimo dia seguido de queda no número de pacientes em terapia intensiva.

 

O governo deve editar um decreto nos próximos dias para estender a quarentena de 13 de abril até 3 de maio, mas algumas atividades comerciais, como livrarias e papelarias, podem ser reabertas. (ANSA)

 

 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA