Região da Itália dará bônus para ajudar empresas

Medida contribuirá para o retorno das atividades comerciais

Jovens na piazza San Carlo deserta por causa do novo coronavírus
Jovens na piazza San Carlo deserta por causa do novo coronavírus (foto: ANSA)
12:39, 02 MaiTURIM ZCC

(ANSA) - O governador do Piemonte, Alberto Cirio (FI), anunciou neste sábado (2) que irá disponibilizar um "bônus" para ajudar a reabertura das empresas da região italiana a partir do dia 4 de maio, quando iniciará a chamada "fase dois" na luta contra a pandemia do novo coronavírus no país.

Batizada de "Bônus do Piemonte", a medida prevê uma contribuição não reembolsável de 2,5 mil euros para restaurantes, sorveterias, bares, esteticistas, cabeleireiros, salões de dança e discotecas. Já para pizzarias, restaurantes sem administração e centros de bem-estar (Spa), a ajuda será de 2 mil euros.

Os taxistas e empresas de locação de carros contarão com um bônus de mil euros. Essa verba será destinada a 2.280 pessoas.Ao todo, a iniciativa totaliza 88 milhões de euros e exige que o valor seja creditado diretamente na conta corrente das empresas.

"Obrigado pelo grande sinal que a região dá ao nosso setor, demonstrou sensibilidade a um sentimento que agora é de desespero", afirmou Maria Luisa Coppa, presidente da Ascom, uma associação de comerciários, durante coletiva com Cirio.

"Sabemos que um retorno da infecção significaria novos fechamentos, portanto, prestaremos o máximo de atenção à segurança, como organização. Não haverá descuido", acrescentou ela, ressaltando que é preciso haver "pressão sobre os clientes nessa frente".

Hoje, o governador do Piemonte também determinou o uso obrigatório de máscaras "em todos os lugares fechados com acesso público" a partir da próxima segunda-feira (4).

Desta forma, será necessário usar a proteção em escritórios e transportes públicos, onde estarão disponíveis gratuitamente para quem entrar, além de lojas e supermercados. A regra também é válida para quem visitar familiares. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA