Itália tem menor número de novos casos de Covid em 2 meses

Movimentação no Coliseu de Roma após relaxamento de quarentena na Itália
Movimentação no Coliseu de Roma após relaxamento de quarentena na Itália (foto: ANSA)
07:59, 11 MaiROMA ZLR

(ANSA) - A Itália registrou neste domingo (10) mais 802 casos do novo coronavírus, o menor número diário desde 6 de março, quando o país havia contabilizado um acréscimo de 778 contágios e ainda antes da quarentena nacional.

Em termos percentuais, o crescimento de 0,4% é o menor desde os primeiros registros de transmissão interna na Itália, em 21 de fevereiro. Agora, de acordo com a Defesa Civil, o país soma 219.070 casos.

O novo balanço também contabiliza mais 165 mortes, menor cifra diária desde 9 de março, quando haviam sido confirmados 97 óbitos, e a menor expansão percentual (0,5%) de toda a série histórica.

 

A Itália totaliza 30.560 falecimentos desde o início da pandemia. Já o número de curados chegou a 105.186, enquanto o total de casos ativos caiu para 83.324, sendo que 1.027 pacientes estão em UTIs, 13.618 estão internados fora da terapia intensiva, e 68.679 estão em isolamento domiciliar.

 

A desaceleração da pandemia tem aumentado a pressão para o primeiro-ministro Giuseppe Conte reabrir as atividades produtivas e sociais, apesar de um pequeno relaxamento na última segunda-feira (4), quando o governo autorizou idas a parques e visitas a parentes e relações afetivas dentro da mesma região.

O comércio varejista, no entanto, segue fechado, bem como museus, bibliotecas e escolas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA