Polícia da Itália desarticula rede de pornografia infantil

Operação foi realizada em pelo menos 15 regiões do país europeu

Operação foi realizada em pelo menos 15 regiões do país europeu (foto: ANSA)
10:20, 04 JulROMA ZCC

(ANSA) - A polícia italiana desmantelou neste sábado (4) uma rede de pornografia infantil que compartilhava material ilícito, incluindo fotos de recém-nascido, por meio de uma plataforma de mensagens instantâneas.

Com a coordenação do Ministério Público de Turim, mais de 200 investigadores do Centro Nacional para o Contraste da Pornografia Infantil Online e do Departamento de Polícia de Correios e Comunicações de Turim conduziram o maior e mais complexo inquérito contra a pornografia infantil online dos últimos anos no país.

A operação incluiu dezenas de buscas e apreensões de "grandes quantidades de material pornográfico envolvendo menores" em 15 regiões da Itália e levou à prisão de três pessoas. De acordo com comunicado oficial das autoridades, cerca de 50 pessoas estão sob investigação.

No texto, a polícia italiana informou que os investigadores conseguiram descobrir a identidade de apelidos usados pelos pedófilos por meio de uma perseguição virtual real. Além disso, encontraram fotos de menores nus e outros "conteúdos horríveis, descrevendo atos de violência sexual e práticas sádicas em que as vítimas eram frequentemente recém-nascidos".

As autoridades ainda revelaram que, em algumas imagens, a pornografia ocorreu em casa. Os arquivos foram trocados em uma plataforma de mensagens instantâneas "bem conhecida".

A operação foi realizada com colaboração do Centro Nacional de Coordenação de Exploração Infantil do Canadá, o que permitiu colocar em prática um protocolo de categorização de material ilegal compartilhado internacionalmente. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA