Câmara da Itália aprova dia em homenagem a vítimas de vírus

Data seria celebrada em 18/3, mas depende de aval do Senado

Bandeiras a meio-mastro no Palácio Chigi, sede do governo da Itália, para homenagear vítimas de coronavírus, em 31 de março
Bandeiras a meio-mastro no Palácio Chigi, sede do governo da Itália, para homenagear vítimas de coronavírus, em 31 de março (foto: ANSA)
08:52, 23 JulROMA ZLR

(ANSA) - A Câmara dos Deputados da Itália aprovou nesta quinta-feira (23) um projeto de lei que institui a data de 18 de março como "Dia Nacional em Memória de Todas as Vítimas da Epidemia de Coronavírus".

O projeto recebeu 418 votos a favor e nenhum contrário, além de três abstenções, e segue agora para o Senado. Se for aprovado sem alterações, será encaminhado para sanção do presidente Sergio Mattarella.

No dia 18 de março, a Itália viu uma das imagens mais marcantes da pandemia no país: a fila de caminhões do Exército para transportar os corpos de vítimas em Bergamo, um dos epicentros da crise, para crematórios e cemitérios de outras regiões.

O "Dia Nacional em Memória de Todas as Vítimas da Epidemia de Coronavírus" prevê a realização de um minuto de silêncio para lembrar os mortos na crise sanitária, enquanto as emissoras públicas de rádio e televisão terão de dar "espaços adequados" à cobertura da data.

Até o momento, a pandemia do Sars-Cov-2 já infectou cerca de 245 mil pessoas e causou 35 mil mortes na Itália. (ANSA)

 

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA