Itália tem maior número de novos casos de Covid em mais de 1 mês

País registrou 306 contágios nesta quinta-feira (23)

Mulher reza em igreja vazia durante missa em Milão, norte da Itália
Mulher reza em igreja vazia durante missa em Milão, norte da Itália (foto: ANSA)
14:25, 23 JulROMA ZLR

(ANSA) - A Itália registrou nesta quinta-feira (23) 306 novos casos do coronavírus Sars-CoV-2, maior número desde 18 de junho, quando o país havia contabilizado 333 contágios em um dia.

Com isso, segundo boletim do Ministério da Saúde, o total de pessoas já infectadas pelo vírus na Itália chegou a 245.338. O balanço desta quinta também registra 10 mortes em 24 horas, uma a mais que na última quarta-feira (22). A pandemia já fez 35.092 vítimas no país.

Em termos absolutos, o maior aumento nos novos casos nesta quinta se deu na Lombardia, epicentro da crise na Itália, com 82 contágios em um dia. Em seguida, aparecem Emilia-Romagna (55) e Trentino-Alto Ádige (31). A única região sem novas infecções é o Vale de Aosta, no extremo-norte do país.

A Itália ainda registra 197.842 pacientes curados, o que significa 80,64% dos contágios já certificados, e 12.404 casos ativos, com um acréscimo de 82 em um período de 24 horas.

Desse total, 49 estão internados em UTIs, um a mais que em 22 de julho. 11 das 20 regiões da Itália têm pacientes em terapia intensiva: Lombardia (17), Lazio (nove), Emilia-Romagna (seis), Piemonte (seis), Sicília (três), Vêneto (dois), Abruzzo (dois), Campânia (um), Friuli Veneza Giulia (um), Marcas (um) e Toscana (um).

O país também tem 11.642 pacientes em isolamento domiciliar e 713 em acompanhamento hospitalar, mas fora da UTI. A média de novos casos na Itália está em 225 nesta semana, contra 198 da anterior. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA