Gênova homenageia vítimas de ponte com concerto de Beethoven

Nova estrutura será inaugurada oficialmente no dia 3 de agosto

A inauguração oficial da estrutura será realizada no próximo dia 3 de agosto
A inauguração oficial da estrutura será realizada no próximo dia 3 de agosto (foto: Ansa)
18:19, 27 JulSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - A cidade de Gênova, na região italiana da Ligúria, prestou uma homenagem nesta segunda-feira (27) às 43 vítimas que perderam a vida durante o desabamento da Ponte Morandi e aos trabalhadores que reconstruíram o novo viaduto, cuja inauguração será realizada no dia 3 de agosto.

Durante a cerimônia ao longo da rebatizada Ponte Gênova San Giorgio, a Orquestra da Academia Nacional de Santa Cecília, dirigida por Antonio Pappano, realizou um concerto com músicas de grandes artistas, como Ludwig van Beethoven.

O evento contou com a participação do arquiteto Renzo Piano, responsável pelo projeto, autoridades regionais e locais, como o governador Giovanni Toti, o prefeito e comissário extraordinário Marco Bucci, o arcebispo Mario Tasca, o cardeal Angelo Bagnasco e os representantes das empresas Webuild e Fincantieri, que lideram a construção da nova estrutura.

Segundo Piano, essa ponte genovesa "faz seu trabalho em silêncio, conectando dois vales, e é ao mesmo tempo uma ponte urbana porque está localizada na cidade", além de ser filha de uma tragédia.

A ex-ponte Morandi faz ligação entre o leste e o oeste de Gênova, por meio do vale do rio Polcevera, e é considerada de extrema importância para a região, já que sempre foi usada para a passagem de caminhões com mercadorias para serem distribuídas no porto de Gênova.

Para concluir a construção "faltam apenas a última camada de asfalto com três centímetros de espessura e as tiras no chão", especificou Bucci, que enfatizou que embaixadores e representantes dos países estrangeiros de origem das vítimas da ponte também são esperados.

A inauguração oficial da estrutura será realizada no próximo dia 3 de agosto e contará com a presença do presidente da Itália, Sergio Mattarella. Antes da cerimônia, ele se reunirá com os familiares das vítimas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA