Itália e mais 2 países suspendem voos vindos do Reino Unido

Medida foi tomada após descoberta de variante de coronavírus

Medida foi anunciada pelo ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio
Medida foi anunciada pelo ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio (foto: Ansa)
13:58, 20 DezROMA ZRS

(ANSA) - O ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio, anunciou neste domingo (20) que irá suspender todos os voos provenientes do Reino Unido até o dia 6 de janeiro de 2021, após a descoberta de uma nova variante do coronavírus Sars-CoV-2.

Além da Itália, a Bélgica informou o bloqueio de voos e trens do território britânico por um período mínimo de 24 horas a partir da meia-noite. Já o governo holandês barrou as viagens ate 1° de janeiro, depois que também descobriu um caso de contaminação por uma variante do coronavírus que circula no Reino Unido.

"O Reino Unido lançou o alarme sobre uma nova forma de Covid que seria o resultado de uma mutação do vírus. Como governo temos o dever de proteger os italianos", escreveu o líder do Movimento 5 Estrelas (M5S) no Facebook.

O chanceler italiano explicou que, após ter notificado o governo britânico, está trabalhando junto ao Ministério da Saúde para assinar a medida de suspensão dos voos com o território liderado pelo primeiro-ministro Boris Johnson.

"A nossa prioridade é proteger a Itália e os nossos compatriotas ", acrescentou.

Hoje, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que a nova variante do coronavírus Sars-CoV-2 descoberta na Grã-Bretanha também foi identificada na Dinamarca, na Austrália e na Holanda. A revelação foi feita pela entidade à BBC.

Segundo o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, citado pela Sky News, a mutação do vírus que provoca a Covid-19 está "fora de controle" . "Agimos de forma decisiva e muito rápida. Infelizmente, a nova variante está fora de controle. Temos que colocá-lo sob controle", explicou.

Outros países, como Alemanha e França, também estão estudando restringir o tráfego aéreo procedente do Reino Unido, segundo a imprensa.

O governo da Espanha, por sua vez, informou que pediu a Bruxelas uma resposta "coordenada" sobre os voos com o Reino Unido, depois que vários países da região anunciaram a suspensão de suas conexões aéreas.

"O objetivo é proteger os direitos dos cidadãos comunitários a partir da coordenação, evitando a unilateralidade", explicou o governo espanhol em um comunicado, no qual disse que se não houver uma atuação conjunta, Madri tomará medidas "em defesa dos interesses e direitos dos cidadãos espanhóis". (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA