Enfermeira de 29 anos vai abrir 'Dia V' de vacinação na Itália

Claudia Alivernini foi escolhida por hospital de Roma

Entrada do Instituto Lazzaro Spallanzani, em Roma
Entrada do Instituto Lazzaro Spallanzani, em Roma (foto: ANSA)
12:32, 23 DezROMA ZLR

(ANSA) - A enfermeira Claudia Alivernini, de 29 anos, será a primeira pessoa vacinada contra o novo coronavírus na Itália.

O nome foi divulgado oficialmente nesta quarta-feira (23) pelo Instituto Lazzaro Spallanzani, hospital romano que é a maior referência em doenças infecciosas no país.

A instituição deve receber um lote com 9.750 doses da vacina da empresa alemã Biontech e da multinacional americana Pfizer em 26 de dezembro e iniciar a imunização no dia seguinte.

Alivernini é formada em enfermagem pela Sapienza Universidade de Roma e trabalha no departamento de doenças infecciosas do Spallanzani. Durante a pandemia, também realizou atendimentos domiciliares para idosos e prosseguiu nos estudos do mestrado em enfermagem forense.

O "Dia V" de vacinação contra o novo coronavírus na Itália, em 27 de dezembro, terá caráter mais simbólico, já que a imunização em massa ocorrerá apenas em janeiro, com a chegada de um lote de pouco mais de 1,8 milhão de doses enviado pela Pfizer.

Os primeiros grupos atendidos serão trabalhadores da saúde e funcionários e hóspedes de asilos. A Itália soma atualmente quase 2 milhões de casos e 70 mil mortes na pandemia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA