Número de cidadãos vacinados na Itália se aproxima de 10 mil

País iniciou imunização no último dia 27 de dezembro

País iniciou imunização no último dia 27 de dezembro
País iniciou imunização no último dia 27 de dezembro (foto: ANSA)
18:48, 30 DezROMA ZCC

(ANSA) - O comissário extraordinário para a pandemia do novo coronavírus Sars-CoV-2 na Itália, Domenico Arcuri, anunciou nesta quarta-feira (30) que o país já aplicou a vacina anti-Covid em 9.803 italianos desde que a campanha de imunização teve início, em 27 de dezembro.

"O número representa mais de 100% das 9.750 doses do imunizante desenvolvido pela farmacêutica Pfizer em parceria com o laboratório BioNTech, pois, em algumas regiões, a sexta dose de cada frasco já começou a ser administrada", explicou o especialista italiano.

Hoje, outras 359.775 doses do medicamento também foram entregues nos pontos de administração identificados por Arcuri em convênio com as regiões.

Segundo o comissário, a entrega das demais 110.175 doses continuará amanhã até atingir o total de 469.950, que estão previstas para distribuição ainda nesta semana.

Os aviões com o segundo lote da vacina pousaram nos aeroportos de Roma, Milão, Bergamo, Ancona, Bolonha, Nápoles, Pisa, Veneza e Bari na manhã de hoje, após atrasos na entrega por conta de problemas de logística e do mau tempo.

Orçamento -

O Senado da Itália deu os dois últimos votos de confiança a uma manobra da lei de orçamento para 2021. O texto prevê para a campanha de vacinação recursos para o recrutamento de 3 mil médicos e 12 mil enfermeiros e auxiliares de saúde, incluindo estrangeiros. A informação foi revelada pelo vice-ministro da Saúde, Pierpaolo Sileri.

Além disso, 25 milhões foram destinados à indenização do pessoal de enfermagem que trabalha em consultórios de médicos e 10 milhões para o mesmo fim em consultórios de pediatras livremente escolhidos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA