Draghi aceita cargo de premiê da Itália e apresenta ministros

Presidente Sergio Mattarella e Mario Draghi durante reunião (foto: ANSA)
16:03, 12 FevROMA ZLR

(ANSA) - Após quase 10 dias de negociações, o ex-presidente do Banco Central Europeu (BCE) Mario Draghi aceitou nesta sexta-feira (12) o cargo de premiê da Itália e apresentou uma lista de ministros ao presidente da República, Sergio Mattarella.

O economista e professor de 73 anos havia sido convocado pelo chefe de Estado no último dia 3 de fevereiro e, depois de duas rodadas de consultas com os partidos políticos, "dissolveu" a reserva com a qual aceitara o encargo de formar um governo.

Draghi e seus ministros tomarão posse ao meio-dia (8h em Brasília) deste sábado (13), no Palácio do Quirinale, sede da Presidência. Esse será o 67º governo em quase 75 anos de história republicana na Itália e o terceiro apenas na atual legislatura, iniciada em março de 2018.

O surgimento do novo Executivo põe fim a um mês de crise política no país, após o ex-premiê Matteo Renzi, do partido de centro Itália Viva (IV), ter retirado seu apoio ao governo de Giuseppe Conte, forçado a renunciar por ter ficado sem maioria no Senado. (ANSA).
   

Matéria em atualização...

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA