Itália registra 192 mortes e 17.455 casos de Covid em 24h

País está endurecendo as medidas restritivas em algumas regiões

Diversas pessoas foram às ruas durante o fim de semana (foto: ANSA)
13:55, 28 FevROMA ZCC

(ANSA) - A Itália registrou neste domingo (28) mais 17.455 casos e 192 mortes na pandemia do novo coronavírus, elevando os totais de contágios e óbitos para 2.925.265 e 97.699, respectivamente.

O novo boletim do Ministério da Saúde apresenta um aumento nos casos e nas mortes em relação ao domingo passado, quando haviam sido contabilizados 13.452 diagnósticos positivos e 232 vítimas.

Em comparação aos dados de ontem, houve uma redução nos números, já que o país havia registrado 18.916 contágios e 280 óbitos.

No último período de 24 horas foram realizados 257.024 testes para detectar a Covid-19, contra os 323.047 do dia anterior. A taxa de positividade passou de 5,8% para 6,8%.

A Itália também soma 2.405.199 pacientes curados e 422.367 casos ativos. Até o momento, o país aplicou 4,2 milhões de vacinas anti-Covid, sendo que 1,39 milhão de pessoas já receberam as duas doses.

A aceleração na curva epidemiológica no país levou o governo italiano a endurecer as medidas restritivas de algumas regiões para tentar conter a propagação do vírus e de suas variantes, como a brasileira e britânica.

As autoridades, inclusive, estão reforçando a fiscalização contra festas e aglomerações. Ontem, no entanto, milhares de pessoas lotaram as ruas, praças e parques da Itália, apesar do apelo feito pelo governo. À noite, a polícia interrompeu duas festas clandestinas em Roma e 35 pessoas foram multadas.

Em Milão, jovens se reuniram em frente a um bar e dançaram por horas em uma espécie de discoteca improvisada ao ar livre. Fotos e vídeos foram compartilhados nas redes sociais. O prefeito da cidade, Giuseppe Sala, lamentou a situação e disse que as pessoas que não respeitarem as regras serão responsabilizadas.   (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA