Ex-premiê da Itália comemora decisão a favor de Lula

Enrico Letta e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Enrico Letta e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (foto: Reprodução / Twitter)
20:30, 08 MarSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O ex-primeiro-ministro da Itália Enrico Letta (2013-2014) celebrou na tarde desta segunda-feira (8) a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, de anular todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em sua conta no Twitter, o político italiano compartilhou uma foto em que aparece abraçando o petista. "Anuladas na Corte Suprema as condenações de Lula. Feliz por ele, feliz pelo Brasil", escreveu.

O ex-premiê já demonstrou publicamente seu apoio a Lula por diversas vezes. Em 2018, quando o petista foi condenado e preso no âmbito da Operação Lava Jato, Letta se uniu a outros cinco ex-líderes de países da União Europeia para escrever uma carta cobrando que o brasileiro participasse das eleições e fosse libertado.

Na ocasião, o documento enfatizou que a decisão foi tomada por causa da "prisão apressada" do ex-mandatário, que é um "incansável arquiteto da redução das desigualdades no Brasil e defensor dos pobres de seu país".

Além disso, em julho do mesmo ano, Letta mandou abraços e saudações para Lula, que cumpria pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em Curitiba e recebeu a visita do então eurodeputado italiano Roberto Gualtieri. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA