Itália defende uso da vacina contra Covid da AstraZeneca

Doses da vacina haviam sido vetadas na Itália
Doses da vacina haviam sido vetadas na Itália (foto: EPA)
13:35, 21 MarROMA ZCC

(ANSA) - O presidente do Conselho Superior de Saúde da Itália (CSS), Franco Locatelli, afirmou neste domingo (21) que a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca é "segura".

"Reiteramos muito claramente que a AstraZeneca é uma vacina segura a partir dos 18 anos e não há motivos para hesitar", declarou à Rai3.

Locatelli defendeu o uso do imunizante tendo em vista os números epidemiológicos do Reino Unido, onde 10 milhões de pessoas já receberam o fármaco e a mortalidade foi reduzida em 90%.

Na semana passada, vários países europeus, incluindo Itália, Espanha, França e Alemanha, suspenderam temporariamente o uso da vacina Oxford/AstraZenaca como medida de "precaução" por possíveis efeitos colaterais, como a formação de coágulos sanguíneos. No entanto, as aplicações das doses foram retomadas após aval da Agência Europeia de Medicamentos (EMA), que garantiu a segurança e eficácia do imunizante.

Em relação aos efeitos dessa paralisação na confiança dos italianos, o ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, afirmou que vai demorar mais alguns dias para entender como está, "mas os italianos sabem que a vacina é a resposta mais eficaz para sair desta época difícil". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA