Itália aplicou quase 2,5 mil multas no domingo de Páscoa

Diversas festas particulares foram interrompidas pela polícia

Movimento em um parque na cidade de Roma, na Itália
Movimento em um parque na cidade de Roma, na Itália (foto: Ansa)
15:21, 05 AbrROMA ZRS

(ANSA) - O Ministério do Interior da Itália informou que as autoridades locais aplicaram quase 2,5 mil multas por violações das normas anti-Covid ao longo do domingo (4) de Páscoa.

Os dados divulgados pelo Palácio do Viminale ainda apontaram que 26 indivíduos foram denunciados e 23 comércios precisaram fechar suas portas por não terem respeitado as medidas contra o novo coronavírus.

Milhares de policiais trabalharam por todo o país durante o feriado e até drones participaram dos monitoramentos, que percorreram praias e parques de diversas cidades.

Nos arredores de Gênova, dezenas de jovens se reuniram em uma casa particular no litoral e a festa foi denunciada pelos vizinhos, que se incomodaram com o alto som. Todos eles foram identificados e receberam multas no valor de 400 euros.

Em Ferrara, uma festa que contou com a presença de cerca de 20 pessoas, entre 17 e 25 anos, foi interrompida pelas autoridades. Os agentes aplicaram multas aos maiores de idade, já para os menores, notificações foram enviadas aos pais.

A polícia italiana encerrou uma festa com mais de 40 indivíduos em uma residência em Milão. Outras celebrações em Gassino, Montespaccato, Nápoles e Trieste também foram barradas pelas forças de segurança.

A Itália registrou nesta segunda-feira 10.680 novos casos de Covid-19 e 296 mortes, elevando a quantidade de contágios e mortes para 3.678.944 e 111.326, respectivamente. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA