Itália relaxará regras em 6 regiões a partir de segunda-feira

Ao todo, serão 16 regiões na zona laranja e quatro na vermelha

serão 16 regiões na zona laranja e quatro na vermelha.
serão 16 regiões na zona laranja e quatro na vermelha. (foto: ANSA)
20:23, 09 AbrROMA ZCC

(ANSA) - O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, decidiu nesta sexta-feira (9) afrouxar as medidas contra a propagação do novo coronavírus (Sars-CoV-2) em seis regiões italianas.

Com isso, a partir da próxima segunda (12), Calábria, Lombardia, Emilia-Romagna, Friuli Veneza Giulia, Piemonte e Toscana progridem para a zona laranja. As regiões se unem a Abruzzo, Basilicata, Lazio, Ligúria, Marcas, Molise, Sicília, Úmbria, Vêneto e as províncias de Bolzano e Trento.

Neste regime, não há restrições para deslocamentos dentro do próprio município, além de ser possível reabrir o comércio não essencial, mas bares e restaurantes continuam fechados. O toque de recolher nacional entre 22h e 5h da manhã seguinte permanece em vigor.

Há um mês, a Sardenha era a única região com o nível de restrição mais baixo, o branco. Mas devido à aceleração da emergência sanitária será passada da laranja para a faixa vermelha, assim como Campânia, Puglia e Vale de Aosta.

"Os fechamentos e as áreas vermelhas estão trazendo os primeiros resultados, mas o contexto ainda é muito complicado e devemos ser muito cautelosos", explicou Speranza.

Segundo dados do Instituto Superior de Saúde (ISS), as novas infecções caíram 30% nos últimos cinco dias em comparação com o mesmo período da semana passada. Já na maioria dos territórios o índice de transmissão (Rt) passou de 0,98 para 0,92. Geralmente, a taxa acima de 1 indica que o número de casos crescerá exponencialmente.

Ao todo, a partir de segunda-feira, serão 16 regiões na zona laranja e quatro na vermelha. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA