Italianas fazem varal de calcinhas contra fechamento de comércio

Diversos comerciantes participaram de protestos na Itália hoje

Italianas fizeram varal de roupas íntimas em Nápoles (foto: ANSA)
16:00, 10 AbrNAPOLI ZCC

(ANSA) - Diversas cidades italianas realizaram neste sábado (10) manifestações contra o fechamento do comércio nas regiões classificadas como "faixa vermelha" de risco sanitário na pandemia de Covid-19.

Em Nápoles, um "flash mob" a favor da reabertura feito por italianas proprietárias e assistentes de estabelecimentos chamou atenção. Durante o protesto, as mulheres carregaram calcinhas de várias cores e fizeram um "varal" com as peças íntimas.

O ato reuniu também comerciantes dos setores de moda, joalheria e roupas esportivas na praça no centro da cidade. Entre um dos slogans usados está: "Roupa íntima não transmite Covid enquanto roupas, sapatos e joias sim".

A frase é usada porque as proibições na região não incluem lojas que vende roupas íntimas.

Além das lojistas, agricultores e operadores turísticos também foram às ruas de Turim e Bari contra o fechamento durante a fase mais restritiva para combater a pandemia do coronavírus.

"Estamos cansados de ser ignorados, queremos trabalhar com dignidade, direitos e segurança", questionam os trabalhadores do setor de turismo, um dos mais penalizados pela pandemia, durante protesto em Ischia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA