Mirando turismo, ilha de Capri é declarada 'livre da Covid'

Região fez campanha de vacinação em massa contra coronavírus

Governador Vincenzo De Luca anuncia fim de campanha de vacinação em Capri
Governador Vincenzo De Luca anuncia fim de campanha de vacinação em Capri (foto: ANSA)
12:07, 08 MaiCAPRI ZLR

(ANSA) - A ilha de Capri, um dos destinos insulares mais famosos do sul da Itália, foi declarada "livre da Covid" neste sábado (8), como parte de uma campanha para vacinar as populações de localidades de veraneio e permitir a retomada do turismo.

"Capri está imunizada, o que é essencial para a temporada turística, já que os operadores devem se programar até maio", declarou o governador da Campânia, Vincenzo De Luca, de centro-esquerda, ao anunciar a conclusão da campanha de vacinação contra a Covid-19 na ilha.

Segundo ele, a próxima da fila deve ser Ischia, seguida pela cidade litorânea de Sorrento e pela região costeira de Cilento. "Hoje inauguramos Capri Covid-free, daqui a duas semanas queremos fazer o mesmo em Ischia", ressaltou De Luca.

A maioria dos moradores de Capri, no entanto, ainda precisa tomar a segunda dose da vacina anti-Covid. "Vou tomar no dia 14", disse o cantor Peppino di Capri, habitante mais ilustre da ilha. "É uma grande ideia, agora podemos esperar algo", acrescentou.

Subdividida entre as cidades de Capri e Anacapri, a ilha tem pouco mais de 14 mil habitantes e fica na costa de Nápoles, capital da Campânia e município mais populoso do sul da Itália.

Vacinações em massa também estão sendo feitas nas ilhas da região da Sicília para permitir a reabertura plena do turismo para o verão europeu, que começa no fim de junho. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en