MP da Itália abre inquérito sobre morte do cantor Michele Merlo

Músico sofreu uma hemorragia cerebral provocada por uma leucemia

Michele Merlo era conhecido por suas participações em shows de talentos na Itália
Michele Merlo era conhecido por suas participações em shows de talentos na Itália (foto: ANSA)
09:42, 08 JunBOLONHA ZRS

(ANSA) - O Ministério Público de Bolonha abriu nesta terça-feira (8) um inquérito sobre a morte do cantor italiano Michele Merlo, que sofreu uma hemorragia cerebral provocada por uma leucemia fulminante.

O MP explicou que o inquérito será utilizado para a "condução da autópsia e das atividades investigativas conexas".

A abertura do inquérito acontece pouco tempo depois dos pais de Merlo, Domenico e Katia, pedirem para que a morte do filho seja investigada pelas autoridades locais.

"Os pais de Merlo solicitaram ao judiciário que efetue as investigações necessárias a fim de verificar se houve erros e/ou omissões antes da hospitalização no Maggiore, que irreversivelmente determinou o destino do próprio filho", escreveu a família do artista em uma nota.

A Agência Sanitária Local (ASL) de Bolonha também lançou no domingo (6), mesmo dia do falecimento de Merlo, uma investigação interna para tentar esclarecer o caso.

Merlo, que ficou famoso por suas participações nos shows de talentos X Factor e Amici, estava internado no Hospital Maggiore, em Bolonha, desde a última quinta-feira (3). O cantor passou por uma delicada cirurgia no cérebro, mas não resistiu.

Em um comunicado divulgado pela família, Merlo havia ido a um pronto-socorro em Bolonha na quarta-feira (2), mas os médicos o mandaram de volta para casa, "provavelmente confundido os sintomas com uma virose banal". (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en